Todo prematuro precisa de complemento?

Todo prematuro precisa de complemento?

 

Prematuro, é todo recém-nascido vivo, que tenha menos de 37 semanas completas de gestação a contar do primeiro dia da última menstruação, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Os bebês prematuros, apresentam maior risco de desenvolver complicações, pois seu organismo ainda não está preparado para a vida fora do útero. Alguns recém-nascidos prematuros, podem apresentar limitações para se alimentar devido a imaturidade cerebral, pois podem haver dificuldades no desenvolvimento das habilidades motoras orais.

Estes fatores, podem dificultar a sucção, fazendo com que o bebê demore mais para estabelecer o ritmo e a força adequada para uma mamada eficiente. Por isso, em alguns casos, a alimentação por via oral não é indicada nos primeiros momentos de vida.

Mas isto é uma regra?

A resposta é NÃO, com os estímulos adequados e o acompanhamento de uma equipe multiprofissional, a maioria dos bebês prematuros, podem ser amamentadas exclusivamente com o leite materno.

Existem algumas estratégias, que podem ser utilizadas para que a amamentação do prematuro se estabeleça precocemente e ele possa se beneficiar do leite materno, são elas:

  • Amamentação na primeira hora de vida: o inicio precoce da amamentação, principalmente na primeira hora de vida, está associado à maior duração do aleitamento materno, redução da mortalidade infantil, acelera a maturação da mucosa intestinal, confere proteção imunológica ao lactente. Além disso, a sucção da mama logo após o nascimento, estimula a secreção de ocitocina e prolactina, hormônios indutores da produção e ejeção do leite.
  • Contato “pele a pele”: muitos dos efeitos positivos a saúde do recém- nascido, podem ser mediados tanto pelos componentes do leite materno quanto pelo contato mãe-bebê. O contato “pele a pele”, logo após o parto, favorece a colonização da pele do prematuro pela microbiota materna, auxilia na regulação da temperatura corporal, mantém estáveis os níveis de glicemia e contribui para a estabilidade cardiorrespiratória.
  • Método Canguru: Este método, consiste na manutenção do contato “pele a pele” não só na primeira hora de vida, mas ao longo de toda a internação hospitalar, este método favorece o fortalecimento do vínculo mãe-bebê, estabelecimento e manutenção do aleitamento materno e ganho de peso, sendo este último motivo de grande preocupação para as mães e equipe hospitalar.
  • Oferta de leite materno: na impossibilidade de se iniciar o aleitamento materno ao seio, as mães devem ser incentivadas a realizar a ordenha do seu próprio leite, para que o mesmo seja ofertado pela via mais adequada ao momento, seja ela através de sonda, copinho ou seringa.

Lembrando que, a oferta do leite materno não deve ser feita através de mamadeiras, pois as mesmas causam “confusão de bicos” e podem levar ao desmame precoce.

  • Banco de leite humano: muitas vezes, devido a situação de stress causada pela internação do recém-nascido prematuro, algumas mães tem dificuldade em realizar a ordenha em quantidade suficiente. Nesta situação, até que a mãe se adeque a rotina de ordenha, pode ser solicitado o leite humano pasteurizado nos bancos de leite.

Respondendo a nossa questão inicial, todo prematuro precisa de complemento?

A resposta é NÃO, a maioria dos bebês prematuros podem ser amamentados exclusivamente com o leite materno. É verdade que os bebês prematuros, são mais sonolentos e se cansam com maior facilidade durante a sucção no seio, mas como já vimos anteriormente, o leite materno pode ser ofertado no copinho.

Alem disso, a sucção ao seio, seja ela nutritiva ou não, é extremamente importante para o desenvolvimento facial e o oral do recém-nascido prematuro.

E você deve estar se perguntando, e o ganho de peso?

Pois o que mais ouvimos sobre bebês prematuros, é que eles devem ganhar peso, seja para sair da UTI neonatal, para receber alta hospitalar e até mesmo pós- alta. O ganho de peso, é algo muito relativo e individual, e muitas vezes nós erramos em esperar um ganho de peso elevado, como se eles tivessem nascido a termo. Mas o estabelecimento do aleitamento materno e do vínculo entre a mãe e o bebê é inúmeras vezes mais importante e mais benéfico do que o ganho de peso isoladamente.

Se você é ou conhece alguma mãe de bebê prematuro, busque informação, empodere- se, para que os bebês prematuros possam usufruir de todos os benefícios do aleitamento materno. E se você por qualquer motivo, medo, insegurança, indicação médica ou falta de informação, não conseguiu amamentar o seu bebê prematuro ou a termo ou tiveram um desmame precoce, não se culpe, você fez o melhor que podia naquele momento, aproveite esta oportunidade e use a sua história para ajudar outras famílias!

17 de Novembro Dia do Prematuro!

Referencial teórico:

CASTELLI CTM, ALMEIDA ST. AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS OROFACIAIS E DA AMAMENTAÇÃO DE RECÉM-NASCIDOS PREMATUROS ANTES DA ALTA HOSPITALAR. Rev. CEFAC. 2015 Nov-Dez; 17(6):1900-1908.

ESTEVES TMB, DAUMAS RP, OLIVEIRA MIC, ANDRADE CAF, LEITE IC. Fatores associados à amamentação na primeira hora de vida: revisão sistemática. Rev Saúde Pública 2014;48(4):697-703.

PEREIRA LB, ABRÃO ACFV, OHARA CVS, RIBEIRO CA. VIVÊNCIAS MATERNAS FRENTE ÀS PECULIARIDADES DA PREMATURIDADE QUE DIFICULTAM A AMAMENTAÇÃO. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2015 Jan-Mar; 24(1): 55-63.

Share This Post

Comments

November 17, 2016
[…] Prematuros conseguem ser amamentados? Prematuros precisam mesmo de fórmula?  […]
November 30, 2016
[…] Todo prematuro precisa de complemento? […]

Write a Comment!

Your email address will not be published. Required fields are marked *